sentimento-de-culpa

Tomar nossas decisões pautadas nos ideais defendidos por Jesus é sem sombra de dúvida a melhor escolha que podemos fazer na vida, no entanto, viver assim custa um preço muito alto. O maior preço a pagar,  será viver uma vida na contramão dos valores que nossa sociedade vive.

Será comum durante essa caminhada nos sentirmos as vezes sozinhos, rejeitados, traídos e injustiçados, e realmente isso é um fato, não é apenas uma imagem criada em nossa mente. Experimentamos o gosto amargo de sermos taxados como loucos, hereges, bobos, cínicos e outros adjetivos que talvez não caberiam nessas linhas. E o que é mais pior é que a maioria dessas injustiças nas quais somos vítimas, vem de onde não esperávamos que viesse. Nossos irmãos que se auto intitulam cristãos, mas que no fundo no fundo, não compartilham realmente dos valores de Cristo, são os primeiros a nos apedrejar, a nos ameaçar com o juízo final, com o inferno e pasmem, com o “peso da mão de deus”(propositalmente escrevi deus com minúsculo pois não creio que um deus que use de tal autoridade mereça ser considerado uma divindade capaz de ser amada e seguida). Desconfio que se vivesse na época da inquisição, eu com certeza já teria virado cinza.

No entanto garanto uma coisa para você, não há caminho melhor a ser seguido do que esse: ter a sua vida e as suas atitudes pautadas no amor, na misericórdia e no perdão. No final da caminhada você perceberá como amar e ser amado nos tornará pessoas plenas, leves, realizadas, maduras e felizes. Acho que essa é a vida em abundancia que Jesus nos prometeu. Somente uma vida abundante de amor é realmente capaz de nos tornar felizes. Não esqueça: o caminho realmente não é o mais fácil, inclusive, creio que seja o mais difícil, mas as melhores coisas da vida não são fáceis. Algo antes de ser precioso, foi difícil.

E aí, está disposto a pagar o preço pelo amor, pela  felicidade?

Anúncios